drclaudioalmada - BANNERS - site

CIRURGIA BARIÁTRICA

Pra quem é indicado?
Como funciona a cirurgia?
Qual tempo de recuperação?

drclaudioalmada - BANNERS - site

TENHA UM
ESTILO
DE VIDA

MAIS LEVE E MELHOR
CONSIGO MESMO

drclaudioalmada - BANNERS - slide2

EXISTE UM
MUNDO DE
SONHOS

FORA DA SUA
ZONA DE CONFORTO

drclaudioalmada - BANNERS -slide3

VIVA UMA
VIDA MAIS
SAUDÁVEL

E SEJA MUITO
MAIS FELIZ

drclaudioalmada - BANNERS - site

CIRURGIA METABÓLICA.
MUITOS BENEFICIOS

CALCULE SEU IMC

Calcule o seu indice de Massa
Corporal (IMC) e saiba em que
classificação você está.

SAIBA MAIS

DÚVIDAS FREQUENTES

Conheça os
nossos procedimentos
e recomendações

SAIBA MAIS

DEPOIMENTOS

Ex-pacientes compartilham as
suas histórias, suas dúvidas,
dificuldades e seus resultados.

SAIBA MAIS

  • Dr. Cláudio
  • A Clínica Dr. Cláudio Almada é referência em Minas Gerais. Formada por uma equipe de especialistas, inclui nutricionistas, psicólogos, cardiologistas e cirurgiões. A clínica atende em duas unidades: uma em Divinópolis e outra em Formiga, ambas bem localizadas no centro das cidades. Há mais de 10 anos realiza cirurgias bariátricas, com mais de 3000 cirurgias confirmadas. CRM/MG 40018

  • Curriculo
  • Dr. Cláudio Roberto Almada é médico cirurgião com as seguintes especializações:
    – Título de especialista em Cirurgia Bariátrica pela Associação Médica Brasileira e pelo Conselho Federal de Medicina.
    – Membro da Federação Internacional de Cirurgia Bariátrica.
    – Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica.
    – Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia por Vídeolaparoscopia.
    – Membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia do Aparelho Digestivo.
    – Membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis

    NOSSA EQUIPE

    DIVINÓPOLIS
    Nutricionista
    Janaína Resende de Assis Carvalho
    Psicólogo
    Renato Eugênio Gonçalves Resende

    FORMIGA
    Nutricionista
    Helena Akiko Kai
    Psicólogo 
    Bernadete Gontijo Leão Zotin

    drclaudioamada_SITE_Tratamentos

    obesidade

    OBESIDADE

    A obesidade é
    caracterizada pelo
    acúmulo excessivo de
    gordura no corpo…

    SAIBA MAIS

    CIRURGIA
    ROBÓTICA

    Considerada o futuro da
    medicina…

    SAIBA MAIS

    CIRURGIA
    METABÓLICA

    A cirurgia metabólica é
    recomendada para
    pacientes que…

    SAIBA MAIS

    CIRURGIA
    BARIÁTRICA

    Conhecida também
    como cirurgia de redução
    de estômago…

    SAIBA MAIS

    OBESIDADE

    A obesidade é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo e pode estar ligada a fatores genéticos, mas em grande parte dos casos é causada pelo consumo excessivo de calorias na alimentação. Ou seja, ela ocorre quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético para a manutenção do organismo e a realização das atividades do dia a dia.

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis

    CIRURGIA BARIÁTRICA:

    Conhecida também como cirurgia de redução do estômago, a cirurgia bariátrica é indicada para o tratamento da obesidade e de doenças causadas pelo excesso de peso, como apneia, refluxo gástrico, problemas articulares, dentre outros. O objetivo do procedimento é diminuir a quantidade de calorias absorvidas pelo organismo e favorecer a perda de peso. Também é importante que no pré e pós-operatório o paciente siga uma alimentação balanceada, acompanhamento psicológico e faça prática de exercícios físicos regulares.

    CIRURGIA METABÓLICA:

    A cirurgia metabólica é recomendada para pacientes que possuem doenças que não estão ligadas a massa corporal, como diabetes tipo 2, hipertensão e os riscos cardiovasculares aumentados pelas síndromes metabólicas. Além do tratamento de peso, o objetivo da cirurgia é diminuir, controlar ou até mesmo promover a cura de doenças metabólicas associadas à obesidade.

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis - robotica

    CIRURGIA ROBÓTICA:

    Considerada o futuro da medicina, a cirurgia robótica é considerada menos invasiva e proporciona aos pacientes alternativas eficientes e com diversos benefícios. O procedimento via robô foi desenvolvido para melhorar a capacidade dos cirurgiões e minimizar o impacto em operações consideradas invasivas. Algumas das vantagens da cirurgia robótica são: precisão, redução das incisões, diminuição da perda de sangue e diminuição do tempo de cura e cicatrização.

    drclaudioamada_SITE_pre-operatorio

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis

    O pré-operatório da cirurgia visa otimizar a segurança do paciente e os resultados da cirurgia bariátrica e metabólica. É necessária a realização de uma série de exames laboratoriais, endoscopia digestiva e ultrassom abdominal. O paciente também precisa das orientações e acompanhamento do cirurgião, cardiologista, psiquiatra, psicólogo e nutricionista no pré-operatório, para que sejam avaliadas todas os parâmetros de segurança para a realização da cirurgia.

    Por fim, é obrigatório o preenchimento de um documento de consentimento, no qual o paciente reconhece estar informado sobre os benefícios e os riscos da cirurgia bariátrica e metabólica.

    drclaudioamada_SITE_pos-operatorio

    Dr. Claudio Almada - Cirurgia Bariátrica em Divinópolis

    Já no pós-operatório são necessárias consultas e exames laboratoriais periódicos conforme o tipo de cirurgia realizada e as rotinas estabelecidas pelo médico responsável. Em caso de comorbidade, caso em que mais de uma doença é acometida no mesmo paciente, elas devem ser acompanhadas por médicos especializados nessas doenças.

    Sintomas gastrointestinais podem ser comuns após as refeições. Os pacientes que apresentarem esses efeitos colaterais devem reduzir o consumo de carboidratos, proteínas, fazer mais refeições durante o dia, em menores quantidades e evitar a ingestão de líquidos durante as refeições.
    Também recomenda-se ao paciente a prática regular de exercícios físicos e o uso de complemento vitamínico.

    Não. As cirurgias precisam de uma manutenção e reeducação física e alimentar para que os resultados sejam realmente efetivos. O procedimento é apenas o início de uma mudança nos hábitos alimentares.

    Até dois anos após a cirurgia, o paciente ainda está no processo de perder peso. A partir do momento em que esse processo se estabiliza, pode acontecer de voltar a ganhar peso. É importante e necessário que o paciente mantenha uma dieta balanceada e pratique atividades físicas para manter o peso.

    O recomendado é que a mulher aguarde pelo menos 18 meses para engravidar, tempo necessário para o organismo se adaptar. Também é necessário ter um acompanhamento médico e nutricional durante a gestação para evitar a carência de vitaminas e nutrientes essenciais para o bebê.

    De acordo com as regras do Ministério da Saúde e Conselho Federal de Medicina, os critérios de indicação para a cirurgia bariátrica e metabólica são:

    * IMC = ou > 40kg/m² ou IMC = ou > 35kg/m² com pelo menos uma doença associada grave, tais como: hipertensão arterial, diabetes mellitus tipo 2, excesso de colesterol/triglicérides, apneia do sono, artrose de joelho/quadril/coluna ou hérnia de disco.

    * Fracasso de tratamentos clínicos (remédios) por dois anos.

    * Controle ou ausência de doenças que tornem o risco cirúrgico inaceitável, tais como: insuficiência respiratória, insuficiência cardíaca, cirrose do fígado.

    * Condições de compreender o funcionamento das operações e a necessidade de colaborar para seu bom resultado.

    É muito importante para a compreensão e a escolha do método em conjunto com o cirurgião que o candidato à operação bariátrica participe de um encontro pré-operatório coletivo, com duração aproximada de três horas, no qual são explicados detalhes de funcionamento de cada tipo de operação, seus benefícios e eventuais inconvenientes.

    Existe um risco, como em qualquer grande cirurgia. Atualmente, o índice de mortalidade por complicações da cirurgia bariátrica é de 0,06%, ou seja 1 em cada 1.600 operados. As causas são vazamentos em suturas internas ou complicações pulmonares (embolia, broncopneumonia), hoje felizmente pouco frequentes graças ao preparo rigoroso e à execução cuidadosa das operações.

    Atualmente existem várias cirurgias indicadas para pessoas com obesidade com diabetes, hipertensão e colesterol alto. Porém, é necessário um bom preparo clínico pré-operatório com endocrinologista e demais profissionais da equipe multidisciplinar.

    Habitualmente 60 minutos, podendo chegar até 1 hora e meia.

    Durante o período cirurgia, os profissionais estarão com você dentro da sala de cirurgia SÃO os anestesistas, os assistentes da equipe e o instrumentador. Inicialmente será aplicado o soro, em uma veia do antebraço ou mão, serão colados alguns adesivos na região do tórax, para monitorar os batimentos do coração e um dedal para medir o oxigênio do sangue. Suas pernas serão envolvidas em meias especiais para diminuir o risco de formação de coágulos.

    Depois de passar por uma cirurgia bariátrica a pessoa precisa fazer uma dieta líquida durante cerca de 15 dias, e depois pode começar a dieta pastosa por aproximadamente mais 20 dias. Após esse período os alimentos sólidos podem voltar a ser introduzidos pouco a pouco, mas a alimentação geralmente só volta ao normal, cerca de 3 meses depois da cirurgia. Depois, sua dieta evoluirá para outros alimentos, até que você possa comer de tudo.
    Quando começar a ingestão de alimentos sólidos, deverá fazê-lo com cuidado, para não ingerir uma quantidade de alimentos maior do que a capacidade de seu “novo” estômago. No início, coloque cerca de quatro colheres de sopa de alimentos sólidos no prato e coma com uma colher pequena (de chá), mastigando bem, para não ingerir uma quantidade além de sua capacidade, evitando a sensação de “estufamento”, náuseas e vômitos. Não tome líquidos junto com os alimentos sólidos, tome-os antes ou 30 minutos após os sólidos.

    O ideal após a cirurgia evitar alimentos calóricos, como doces (pudins, leite condensado, sorvetes, etc.) e gorduras poderão lhe causar a chamada Síndrome de Dumping (diarreia, tontura, suor frio, batimento acelerado do coração e queda da pressão arterial), além de prejudicar a perda de peso.
    Nos primeiros seis meses você não deve tomar refrigerantes, que, devido ao gás, lhe causarão sensação de mal-estar e “estufamento”, além de ocasionar náuseas e vômitos. As bebidas alcoólicas são absorvidas rapidamente por conta da cirurgia, o que, além de embebedá-lo mais depressa, prejudica muito mais o fígado, o pâncreas e o cérebro. Refrigerantes dietéticos não engordam, mas bebidas alcoólicas sim.

    Relação sexual exige muito do corpo, contração, relaxamento dos músculos, o ideal após a cirurgia, é aguardar duas semanas, depois desse prazo você poderá manter suas relações sexuais normalmente.

    Sim, a queda de cabelo acontece, principalmente na fase de perda de peso mais intensa, do terceiro ao sexto mês. Mas ela não é permanente e os fios voltam a crescer. Também é comum que as unhas se tornem fracas e a pele, ressecada, por algum tempo. A ingestão de bastante proteína minimiza essas ocorrências. Se necessário, a equipe poderá prescrever medicamentos para a recuperação.

    A perda de peso varia para cada pessoa. Uns perdem mais no início, outros têm perda menor, mas constante. A perda, no entanto, é sempre proporcional ao peso inicial: os mais pesados perdem mais peso. Após o desvio de estômago, observa-se uma média de perda de peso que, um ano após a cirurgia, varia de 30 a 40 % do peso inicial (de 8 a 15% no primeiro mês, de 15 a 20% no primeiro trimestre, de 25 a 29% no primeiro semestre). Lembre-se que esta é a média que corresponde à maioria, mas alguns perdem mais e outros, menos.

    O tabagismo acarreta complicações após a cirurgia bariátrica, como úlceras nas bordas cirúrgicas e o desenvolvimento de estreitamentos. O fumo, além de reconhecidamente ser prejudicial à saúde, a nicotina, composto ativo do tabaco, prejudica a cicatrização da pele e pode levar a infecções, além de aumentar acidez no estômago, o que pode causar gastrite e úlcera. Dentre os males que o cigarro causa no corpo humano podemos citar: aumento na pressão arterial, acidente vascular cerebral, diabetes, câncer de pulmão, pâncreas, esôfago, estômago, boca, intestino, próstata, aborto dentre várias outras. A nossa indicação é que o paciente pare de fumar por no mínimo dois meses antes da cirurgia e não fume mais.

    drclaudioamada_SITE_imc

    Como vocês já perceberam, saber o índice de massa corporal é muito importante porque ele é um dos dados em que o médico se baseia para saber qual o tipo de tratamento é o mais indicado. Para sugerir a cirurgia, cálculo do IMC apresenta resultado igual ou superior a 40kg/m² ou quando o cálculo do IMC apresenta resultado maior ou igual a 35 e a pessoa já tem alguma doença associada à obesidade, que chamamos de comorbidade.



     

    Agora que você já sabe o seu IMC, vamos ver na tabela abaixo
    em que categoria você se encontra.

    IMC DESCRIÇÃO RISCO DE DOENÇAS
    ABAIXO DE 18,5 MAGREZA ELEVADO
    18,5-24,9 NORMAL NORMAL
    25-29,9 SOBREPESO ELEVADO
    30-34,9 OBESIDADE GRAU 1 MODERADAMENTE ELEVADO
    35-39,9 OBESIDADE GRAU 2 MUITO ELEVADO
    ACIMA DE 40 OBESIDADE MÓRBIDA MUITÍSSIMO ELEVADO

    A clínica do Dr.Cláudio Almada dispõe
    de uma estrutura confortável e
    aconchegante para atender ao público
    com excelência e total privacidade.
    Venha nos conhecer!

    DIVINÓPOLIS

    (37) 3214-7971
    (37) 3214-4900
    Rua Paraíba, 225 . Sala 602
    Ed. Square Center . Centro

    FORMIGA

    (37) 3321-2349
    (37) 3322-6010
    Rua Dr.Teixeira Soares, 284 . Sala 315
    Ed. MedCenter . Centro

    drclaudioamada_SITE_facebook-2drclaudioamada_SITE_instagram

    Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com